| Home | Intro | Judaísmo | Islão | Cristianismo | Comentários | Comparando | Imagens 1 | Imagens 2 |

Coexistência: A árvore pagã da Festa dos Solstícios
e o Presépio Cristão, ou Natividade
Foto J. G. (Natal de 2005)  Cortesia Café Torrinha- Cardal

Por vezes a arte sacra cristã é surpreendente!
Santa Maria Madalena por Francisco Venegas
Igreja da Graça, Lisboa


Deus criando Eva de uma costela do adormecido Adão, e ... o Pecado original
 (De um postal. Autor?)
 

O Anjo Mau que já foi
um Bom Anjo

Satanás a ser expulso do Céu, depois
de vencido pelos anjos bons. 
 Gravura de uma Bíblia

Deus expulsa Adão e Eva do Paraíso, após o
Pecado Original
 (De um postal)

 

 Anjos conduzem os «justos» à entrada do Céu
«O caminho do Paraíso» -
 Museu das Belas Artes, Paris

 

O anjo ordenando a Abraão para não
sacrificar o filho Isaac - (Gen. 21:12) - (Rembrandt)

Abraão, a esposa Sara, e Agar, a concubina egípcia de quem teve o filho Ismael.
Ler história na página sobre judaísmo (Gen. 16:2)



Da Bíblia: À esquerda, em 1 Reis 1:1 - «A velhice do rei David»:
«A virgem Abisag ... tornou-se uma enfermeira do velho rei e o servia; o rei, porém, não a possuiu».
À direita, as filhas de Ló embebedam o pai  (Gen. 19:32)
 

 
O Inferno, ou Jahannam, visto pelo Islão:

«O inferno é tão profundo que, se se deixar cair nele uma pedra, ela leva 70 anos a atingir o fundo» (Hadith Islâmico)

Compilação livre das Suratas 11 : 106,108 ; 14: 17 ; 20 : 74 ; 50: 30 ; 87 : 12,13 ; 104 : 4 ... etc :
O Inferno, ou Jahannam, é o sítio para onde vão aqueles que quebraram as regras do Islão. É um sítio onde nem se está vivo nem morto, onde se padece dor e se ouvem lamúrias, envolto num fogo terrível, aceso por Alá e que perdurará enquanto houver Céu e Terra, e que, subindo em colunas abate-se sobre os pecadores e penetra-lhes no coração.
O inferno é tão grande que é impossível enchê-lo. Se se perguntar a Jahannam « Estás cheio?». Ele responderá: «Há mais para vir?»
Nota: O termo Jahannam tem origem Judaica, significando o Vale de Hannam, a sul de Jerusalém, e que era o sítio em que, nos tempos antigos, se faziam sacrifícios humanos ao deus Moluk. Na Surata 104:4 há uma referência a Hutama, que é uma zona do Inferno, reservada aos mentirosos e caluniadores.


                                          O Inferno é fundo e grande 
                                             Foto::www.suite101,com

        O Inferno -Gaole, ou Xeol, ou Sheol,
        significa «casa dos mortos = Inferno»


 
O Paraíso, ou Jannat, segundo o Alcorão (Islão)
Suratas (2:25,65) (18:31) (35:33) (37:45-49) (44:51,54) (47:15) (50:35) (52:19,20,24)
(55:46-48,56-58,62,70-76) (69:21,24) (76:5,6,13) (78:32,33)

Os «justos», ou seja, aqueles muçulmanos que seguiram as leis do Alcorão, irão para o Jannat onde há quatro jardins luxuriantes com fontes de água que nunca se poluem, rios de leite cujo sabor nunca se altera, rios de saboroso vinho que não embriaga, e rios de mel purificado.
Ali encontrarão árvores de folhas de um verde escuro e de fruta de toda a espécie, parreiras, tamareiras, romãzeiras, com ramos pendentes com os frutos ao alcance das mãos, e nunca serão incomodados nem pelo calor abrasador, nem pelo frio cortante.

Aí, os «justos» vestidos de brocado e seda estarão sentados em sofás, lado a lado com donzelas, que não foram tocadas (desfloradas) quer por homens quer por duendes, com grandes e brilhantes olhos negros, e de pele macia e clara, que lhes darão fruta e carne, e estão prontas para satisfazerem todos os seus desejos.

Trocarão entre si taças de vinho, cheias a seu desejo e vertido de garrafas de cristal revestidas a prata, livres de incitamento ao prazer e ao pecado.
Nota: Na surata 2:25 lê-se que no paraíso «... no paraíso, terão jovens e bonitas esposas» donde se deduz que «pecado» não significa que não há interacções carnais. No Islão é condenado o adultério, a prostituição e a violação. Par evitar recorrerem a estes contactos íntimos «pecaminosos» é permitido aos muçulmanos terem 4 esposas simultaneamente, de facilmente se divorciarem delas, e de facilmente arranjarem novas esposas, mesmo crianças. Como conciliar a existência destas «jovens esposas do paraíso» com as suratas 13:23 e 52:21 que assertoam que as esposas (que o eram na terra) e filhos se lhes irão juntar no paraíso, não é explicado no Alcorão.

Outras jovens donzelas, como pérolas nas suas conchas, andarão à sua volta, sobre almofadas e tapetes ...


Paraíso Islâmico: Um jardim com rios de água, vinho, leite e mel, e jovens donzelas de
 grandes olhos negros e pele macia e clara, como pérolas na concha, à espera ...
Composição do Webmaster, baseada em 4 posters.

Beberão um copo de elixir sabendo a gengibre, vindo de uma fonte chamada Salsabi, e jovens rapazes de uma juventude eterna também aparecerão para os satisfazerem. Olhando para eles, com os seus corpos cobertos de brocados e sede verde, e adornados com braceletes de prata, pensar-se-á que são pérolas dispersas, e Deus dará a beber a estes jovens um elixir do mais puro...
 

À esquerda, capa de um magazine. À direita, capa do livro «Raiva contra o Véu» com a biografia da Dr. Homa Darabi, uma mulher muçulmana que, com
 52 anos e ao grito de «Morte à tirania! Viva a liberdade! Viva o Irão», em 21
 de Fevereiro de 1994 regou-se com gasolina e imolou-se, em público, como
protesto contra o tratamento dado às mulheres.
 

Aldeã, e uma mesquita - Sudão  Foto: www.wwwalk.org

Mulheres muçulmanas, e criança, orando - Indonésia

| Home | Topo | Intro | Judaísmo | Islão | Cristianismo | Comentários | Comparando | Imagens | Imagens 2
Act: 1011072319